sábado, 31 de janeiro de 2009

INFANTIS

Lousada 1-1 Ataense
Duas partes completamente distintas...tudo em grande parte devido ao vento forte que se fazia sentir.
Na primeira parte não conseguimos tomar conta do jogo devido às razões anteriormente referidas, para além disso o sr. árbitro lembrou-se de assinalar uma mão (que bateu no tronco do nosso jogador) 0 que deu origem a uma grande-penalidade e consequente golo.
Na segunda parte tudo foi diferente, dominamos o jogo conseguimos concretizar após algumas jogadas bem delineadas. Tivemos ainda pelo menos mais uma situação eminente de golo mas não conseguimos marcar. Obviamente que com a nossa vontade de ganhar, porque sentimos que estávamos a ser melhores, criamos alguns espaços e a equipa adversária também teve as suas oportunidades, no entanto os nossos jogadores fizeram o que lhes foi indicado ao intervalo e portaram-se à altura!
Queríamos deixar aqui apenas algumas palavras aos atletas que não participaram directamente no jogo mas que tiveram um comportamento excepcional, ao perceberem que o jogo estava a correr de feição e que fazer mais substituições não seria para acrescentar algo mais mas sim penalizar aqueles que estavam a desempenhar o seu papel da melhor forma. Eles sabem que existem jogos em que fazer as 5 substituições é perfeitamente possível (o que frequentemente acontece), mas também sabem que nem sempre isso é possível porque (como eles próprios dizem) acima de tudo está a equipa. Era bom que todos pensassem da mesma forma...

3 comentários:

Anónimo disse...

ola eu sei que nos as vezes ficamos chateadas por os nossos filhos nao jogarem,mas tem de compreender que nos vamos ve-los e queriamos que eles joga-sem para nos os vermos ne?

Luís Filipe Santos e Filipe Barros disse...

Obviamente que compreendemos a vossa situação, mas também têm que compreender que esse é apenas um dos critérios de entre dezenas deles que os treinadores procuram seguir, como por exemplo:
1º motivação dos atletas (que pensamos estamos a seguir;
2º em, pelos menos 90% dos jogos, foram feitas as 5 substituições;
3º era importante conseguir um resultado positivo para manter a esperança e cada jogo é um jogo, dependendo do adversário e do equilibrio necessário para a nossa equipa;
4º um treinador não pode estar preocupado em analisar quem são os pais que vão ver o jogo, a equipa já está bem definida muito antes do jogo começar, tendo em conta os desenrrolar dos treinos e o adversário que vamos defrontar;
5º existem alguns alunos que sabem que ainda têm que "crescer" muito, fundamentalmente no aspecto táctico para ajudarem a equipa e se não for para este ano, ainda irão ter com certeza muitas mais oportunidades para jogar porque alguns deles têm 11 anos!!! E, fundamentalmente, todos os atletas têm que ser respeitados, independentemente de terem os pais a acompanhar ou não...porque nós fazemos tudo é por eles e pelo bem estar no seio da equipa e isso pensamos estar a conseguir;
6º se analisarmos, mais friamente, verificamos que as perspectivas iniciais não eram favoráveis porque iriamos jogar na 1ª divisão e não tinhamos uma "equipa", tinhamos um conjunto de jogadores que gostavam de jogar futebol mas com dificuldades de interpretar o jogo e agora temos uma equipa que consegue bater o pé a adversários já com equipas bem estruturadas de raiz e bastante equilibradas;
Pedimos desculpas porque todos cometem erros, mas se agimos por vezes dessa forma é sempre tendo em conta o bem estar do grupo e para isso, obviamente que por vezes, temos que deixar de lado os aspectos individuais...

Anónimo disse...

ok fiquei exclarecido obrigado e desculpem,nao tive intensao de magoar ninguem.força para os proximos jogos